quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Musa Romântica


Minha pecadora alma
jamais digna será
de vossa alva pele tocar.
Oh minha bela dama!
Perdoa vil poeta
que a ti ousa insano amar.
Não desejaria a ti imacular,
necessito-te, porém, como da água.
Tu és a flor que vivo me mantém.
Imploro-te então
Permita-me como outrora
distante te observar
Novamente minha musa
Seja-o peço sobre os joelhos.
Tu és razão de minha morte...
como Poeta.
-----------------------------------------
Um ano, um mês... um dia será uma semana? Impossível.
Uma crise criativa abate-me, seja o que for não sai como desejá-lo-ia. Impossível. Desenhos, montagens, poesias, dissertações whatever. Houve uma época em que minha produção tinha uma qualidade saudosa. Mas esta mesma época talvez foi a mais depressiva de toda a minha vida. Padecia de platonismo amoroso. É, talvez seja mais Romântica do que gostaria...
Algo desta época que fisicamente não mais existe porque rasguei =D(não sei se alguém notará, mas me inspirei no PV Resistence da Nakashima Mika)



Um comentário:

Lucas disse...

Poeticamente, achei lindo !
Realmente a amada tem esse poder de liquidar o coração e a alma do amante ~
Mas quando soube que era "um pouco" intimista ...
Passei a não gostar nem um pouco !
Ainda mais com o momento presente ...

"Referência ao Romantismo" ~
Quem vê pensa que é moderna ou contemporânea ...
"Um amigo me disse" ~
Uma ova ! E eu não te conheço ?

Cada poema que você escreve é muito bonito !
Mas queria ver algo mais vivo e amoroso ! ( só não me venha com surrealidades )
Só que esse sentimento tem que vir de você ~ Lá de dentro do peito ~

ps: o poema tá lindo ~ só estou te enchendo o saco ok?
ps2: o desenho tá lindo tbm ^^